no title has been provided for this book
Originários dos primeiros seres a terem habitado a Terra, Os Eternos fazem parte de uma raça modificada geneticamente pelos deuses espaciais conhecidos como Celestiais. Dotados de características como imortalidade e manipulação de energia cósmica, eles são frutos de experiências fracassadas de seus próprios criadores, que também foram responsáveis por gerar os Deviantes, seus principais inimigos.

A Marvel Studios chega ao seu 26º filme, 3º da 4ª fase. Eternos apresenta uma equipe inteiramente nova de super-heróis. O filme é dirigido por Chloé Zhao, ganhadora do Oscar de Melhor Filme e Melhor Direção por Nomadland em 2021, além de dirigir ela co-escreve o roteiro. Adaptando os personagens da Marvel Comics, que foram criados por Jack Kirby em 1976, mas diferente de tudo o que o MCU já produziu antes, Eternos é um filme humano mesmo tendo personagens que são deuses.

Zhao faz um excelente trabalho de desenvolver a história e mostrar como cada herói é afetado por seu tempo na Terra. Com o enredo central focado em Sersi e Ikaris, o relacionamento deles funciona como um núcleo emocional do filme, mas não atrapalha os demais. Sprite tem seu próprio enredo trágico. Kingo é um ótimo alívio cômico, embora pareça perdido no terceiro ato. Thena e Gilgamesh têm uma ótima conexão mesmo não sendo tão explorada. Druig, Phastos, Makkari e Ajak são os que possuem menos tempo de tela, mas isso não os fazem menos importante.

Eternos parece o primeiro filme da Marvel a ter coragens de falar de assuntos mais densos, que antes parecia muito querer fugir, como apresentar o primeiro personagem assumidamente gay, com direito a uma linda família e mostrar o primeiro beijo. O filme de Zhao fala sobre crenças, ideologias, bem, mal, certo e errado, mostrando que mesmo seres super poderosos, deuses, possuem defeitos e qualidades humanas.

Mesmo sendo um filme cheio de drama, romance e tragédias, Eternos tem espaço para muita ação e alívio cômico, pois por mais que lembre um filme da DC(sombrio e realistas), ainda estamos vendo um filme da Marvel. O filme brilha demais em suas cenas de ação, a cena de luta final é de brilhar os olhos para todo e qualquer fã de personagens velocistas. Eternos é uma aventura épica e emocionante, com um emocional cativante trazido à vida lindamente pela direção de Zhao.