no title has been provided for this book
Diretor:
Produção:
Classificação:
Gêneros: ,
Em Free Guy - Assumindo o Controle, um caixa de banco preso a uma entediante rotina tem sua vida virada de cabeça para baixo quando ele descobre que é personagem em um brutalmente realista vídeo game de mundo aberto. Agora ele precisa aceitar sua realidade e lidar com o fato de que é o único que pode salvar o mundo.

Mais uma vez a indústria cinematográfica tenta acertar com um filme de games, neste caso aqui sobre um fictício. Free Guy é um filme que conta a história de Guy, interpretado por Ryan Reynolds. Guy é um NPC(Personagem Não Jogável) do jogo Free City, que ao ver uma player dentro do jogo passa a sentir interesse nela, isso faz com que Guy passe a desenvolver sua I.A, porém ele vai ter pouco tempo para aprender sobre ela e o seu mundo pois o jogo no qual ele faz parte falta alguns dia para encerrado.

Free Guy é um filme que claramente todos que estão ali envolvidos estão se divertindo, e com a participação especial de Channing Tatum, interpretando um avatar de um jogador, e com sua atuação comprovam tudo isso. Ainda falando dos personagens do filme, o antagonista do filme é nada mais nada menos que interpretado por Taika Waititi que faz um clássico dono de StartUp mandão e metido a descolado, conseguindo assim entregar um personagem muito divertido.

O filme é dirigido por Shawn Levy, o diretor sabe entregar bem o que é pedido. O filme é lotado de referencias a jogos e filmes, porem por mais que seja cheio dessas referencias o diretor sabe muito bem quando e onde utilizar. Diferente de muitos filmes que tentam adaptar um jogo, Free Guy junta o que seria um Jogador Numero 1, com o mundo de GTA e com umas pitadas de Fortnite e bate no liquidificador e digo que o resultado de tudo isso é bem agradável.

Free Guy é um digno filme de sessão da tarde, mas um filme de sessão da tarde de primeira qualidade. O filme é divertido, Ryan Reynolds entrega o que ele sabe fazer dentro da comedia, o filme tem um roteiro simples e coberto de clichês. Os feitos visuais em alguns momentos são bons, mas tem alguns momentos que são bem ruins, como o momento que aparece o Guy bombado. No todo Free Guy é um filme para assistir no domingo e dar umas gargalhadas.