fbpx

Segredos de Dumbledore é completo tedio

Crítica | Animais Fantásticos: Segredos de Dumbledore

no title has been provided for this book
Diretor:
Roteiro:
Produção:
Classificação:
Gêneros: ,
Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore é a sequência das aventuras de Newt Scamander (Eddie Redmayne), um magizoologista que carrega em sua maleta uma coleção de fantásticos animais do mundo da magia descoberta em suas viagens. Dessa vez, ele é convocado por Albus Dumbledore (Jude Law) na luta contra o vilão Grindelwald (Mads Mikkelsen). A trama mostra por que o célebre bruxo de Hogwarts, que sabe da busca por controle de Grindelwald e é incapaz de…

O primeiro filme desta franquia conseguiu dar um ponta pé inicial muito bom, mostrando o quanto os animais são realmente fantásticos e o que estava por vir sobre o passado de um dos maiores bruxos do mundo mágico. O problema vem com o segundo filme, que teve todo o escândalo com o ator Jhonny Depp, no que resultou na troca do ator por Mads Mikkelsen, mas o filme em si também foi muito fraco, a história começa e termina parecendo que não saiu do lugar.

Este terceiro filme não parece ser muito diferente, o ponto em que o filme se inicia ele se encerra. Várias coisas que têm potencial de trazer grandes mudanças para a narrativa da história começam e terminam num piscar de olhos. As ações de Grindelwald dentro do ministério da magia são enormes, mas o filme faz parecer que não é tão grande assim. O apelo público que o vilão tem dentro da história é muito grande também, mas isso é completamente abandonado em momentos importantes.

O filme traz referências a Harry Potter fazendo com que a nostalgia esquente o coração do fã. Jacob(Dan Fogler) é sem sombra de dúvidas o melhor personagem dessa franquia, o carisma do ator é ótimo. É muito bom ver uma atriz brasileira tendo um espaço de prestigio numa franquia tão grande, mesmo que não seja muito aproveitada e parecer apenas uma figurante preenchendo a tela, mas mesmo assim é de brilhar os olhos.

Para que a franquia sustente o nome Animais Fantásticos o roteiro traz um animal para funcionar como um ‘MacGuffin’, que aqui na trama poderia ser substituído por qualquer outra coisa, e coloca Newt(Eddie Redmayne) em situações em que seu conhecimento lhe ajude, que gera uma boa cena inclusive, e fazer as vontades de Dumbledore, já que o mesmo está impossibilitado por causa do seu segredo. O problema é que tudo parece muito forçado.

Animais Fantásticos: Segredos de Dumbledore pode até ser melhor que o segundo filme desta franquia, mas isso não quer dizer que ele seja bom. Assim como o filme anterior, este termina próximo do que se iniciou, pelo menos o segredo revelado faz a história andar e nos entrega uma cena de batalha forte e bonita. Aqui devia se dividir essa franquia ou encerrar a utilização do nome Animais Fantásticos.

Gustavo Oliveira

Co-Fundador do Studio Cabeçalho, fundador do Site Cabeçalho, Apaixonado por cinema e audiovisual, mas que realmente sempre quis ser o Power Ranger vermelho.